Home > Inspiração > Brasil! Mostra a tua cara

Brasil! Mostra a tua cara

Brasil! Mostra a tua cara.

Não é a crise da carne, do petróleo e de tantas outras que dirás quem tu és.
Ícone no final dos anos 80, início dos anos 90, a música Brasil de Cazuza ainda ruge em muitos corações brasileiros. Separei abaixo o refrão:

Brasil!
Mostra tua cara
Quero ver quem paga
Pra gente ficar assim
B
rasil!
Qual é o teu negócio?
O nome do teu sócio?
Confia em mim”

Se tivesse sido lançada em 2017, esta música seria tão ou mais contemporânea quando foi em 1988, ano do seu lançamento.
Infelizmente algumas coisas não mudaram de lá para cá. O regime ditatorial deu lugar para a democracia, mas de verdade, a ditadura no sentido de um grupo corrupto, autoritarista e oportunista continuam a dominar a vida de tantos brasileiros e também de estrangeiros que vivem em nosso país.
Mas e agora? O que fazer neste momento em que mais um escândalo sacode nossa economia, nossas vidas e porque não dizer também o emprego de várias famílias?
Cazuza disse para mostrarmos a nossa cara, porque ele sabia, e eu também sei, que há muitas pessoas em nosso país que não compactuam com a corrupção, que não se vendem e portanto, preferem ganhar menos, mas com honestidade e dignidade.
Ele também disse “confia em mim”. Como assim, confia em mim?
Em momentos de crise, onde muitos são levados pela pressão de entregar os resultados, desespero de não conseguir um emprego ou mesmo impactados por uma doença inesperada, abre-se uma brecha que pode ter consequências irreparáveis para o indivíduo que é a perda da sua identidade.

“Em momentos de crise, abre-se uma brecha que pode ter consequências irreparáveis para o indivíduo que é a perda da sua identidade.”

Quando nascemos, ganhamos uma certidão de nascimento e depois ganhamos a nossa identidade. São documentos impressos que contém informações como filiação, data e local de nascimento que carregaremos por toda a nossa vida, faça chuva, faça sol.
Mas há algo mais importante que gostaria de destacar que vai além do documento impresso.
Quando nascemos ganhamos algo muito valioso que é a identidade humana, impressa em nossa alma.

“Quem sou eu?”

Esta é uma pergunta que também ruge em nosso meio, por isso separei 3 características sobre a nossa identidade, a identidade humana.

Nascemos para amar sem preconceitos.
Jax
Jax Rosebush, o menino de blusa preta da foto ao lado deu uma aula para o mundo ao pedir para a sua mãe raspar o cabelo deixando-o igual ao do seu melhor amigo, Reddy.
O objetivo era fazer com que sua professora da escola não conseguisse diferenciá-los.
Esta história foi contada em todo o mundo, porque a pureza e o amor não têm data de validade. Eles não expiram quando nos tornamos adultos. Que Jax e Reddy continuem ensinando ao mundo como amar.

Nascemos para vencer e para conquistar. Se o caos bater à porta, teremos a capacidade de se reinventar.
Erivelton
José Arivelton Ribeiro, cearense de 48 anos, levou um choque ao retirar a antena de TV, pois por descuido, tocou um fio de alta tensão. Eram 18 mil volts!
Com o choque, o pescoço e a língua foram afetados, mas o pior aconteceu, Arivelton, precisou ser amputado na altura do antebraço.
E foi aí que começou a transformação na vida de Ari, como é conhecido pela vizinhança. Surdo de nascença, esta tragédia poderia ter acabado de vez com sua vida, mas ao invés disso, escolheu se reinventar. Ele criou na sua oficina, sua própria prótese a partir de restos de materiais ao custo de R$400,00 ou seja, 20 vezes mais barata que a prótese comercializada no mercado.
Com determinação, garra e atitude podemos fazer coisas incríveis. Obrigada Ari por se reinventar!

Somos pessoas criadas para a realização de um propósito na sociedade.
Há 15 anos tive a oportunidade de conhecer a Renata Dias, designer, mãe de dois filhos e casada com o mineiro e engenheiro Saimon Dias.
Renata nasceu com o propósito de servir crianças e adolescentes no Brasil e do outro lado do Atlântico, mais especificamente na Angola.
No Brasil, ela e sua família trabalham num lindo projeto chamado Reconstruir – www.projetoreconstruir.org e Facebook/reconstRenataruir.
No Brasil, este projeto atualmente atende 53 crianças que vivem no aglomerado Morro das Pedras em Belo Horizonte – MG. Um local onde mais de 90% das crianças e adolescentes vivem em lares desestruturados com suas necessidades básicas, emocionais e físicas negligenciadas.
Incentivo a entrar no site ou no Facebook/reconstruir para conhecer mais sobre o projeto Reconstruir.
Obrigada Renata, Saimon e toda a família do projeto Reconstruir por trazer mais dignidade às nossas crianças.

E como faço para descobrir qual é o meu propósito? Entendendo quais são seus dons e talentos, pois serão através deles que você exercerá seu propósito na sociedade.

Temos inúmeras outras características, mas creio que amar, vencer, conquistar e cumprir um propósito na sociedade são as mais importantes e portanto, não podem ser negligenciadas, mesmo em meio à crise.

O dia a dia, a rotina e o estresse guerrearão para apagar a sua identidade humana, por isso antes de me despedir, gostaria de dar mais duas valiosas dicas.

  1. Tente sempre ocupar sua mente de pensamentos positivos.
  2. Cerque-se de pessoas do bem.

Até a próxima!

 

You may also like
Brasil, mostra tua cara!

Leave a Reply

Comment moderation is enabled. Your comment may take some time to appear.